comment 0

A língua das novas (o de les notícies)

Som a pessoa menos indicada para falar sobre a qualidade da língua dos outros, mas como pentavocálico consciente, a melhora da ferramenta básica do jornalismo é umha preocupaçom. Logo de quase um mes a ver os Telenotícies de TV3 ou do 324 (canle de informaçom 24 horas em catalám) pudiem notar umha diferença singular a respeito dos Telexornais da TVG (e nom só em qualidade e pluralidade).

Os e as jornalistas de TV3 empregan as suas variedades dialectais sem problema e sem que isso supunha um drama. Os presentadores tendem a cinguirse á variedade barcelonesa, mas é possível escoitar o catalam do interior (o que non fai a característica vogal neutra) em boca dum reporteiro ou perceber com naturalidade como a corresponsal nas Baleares emprega os seus riscos particulares.

Todo o contrario do que acontece na CRTVG e o seu modelo de língua oral. Para mostra, o Telenotícies de onte ao meio-dia:

http://www.tv3.cat/ria/players/3ac/evp/Main.swf

PD: O debate arredor da necesidade ou nom dun modelo de língua oral estándar para o galego, e nesse caso, qual, é outra história.

Deixar unha resposta

introduce os teu datos ou preme nunha das iconas:

Logotipo de WordPress.com

Estás a comentar desde a túa conta de WordPress.com. Sair / Cambiar )

Twitter picture

Estás a comentar desde a túa conta de Twitter. Sair / Cambiar )

Facebook photo

Estás a comentar desde a túa conta de Facebook. Sair / Cambiar )

Google+ photo

Estás a comentar desde a túa conta de Google+. Sair / Cambiar )

Conectando a %s